Acupuntura

A palavra acupuntura origina-se da união entre acus (agulha) e punctus (puncionar, perfurar).

Estudos da medicina moderna demonstram que o estímulo com agulhas liberam diversas substâncias responsáveis pelos múltiplos benefícios da acupuntura, como por exemplo endorfinas (substâncias encontradas no sistema nervoso central que, dentre outras funções, inibe a sensação dolorosa), serotonina (cujo nível é o responsável pelo equilíbrio emocional ou depressões) e ácido gama amino butírico - GABA - com efeito de redução da ansiedade.

Abordagem Psicossomática:
 

A Medicina Tradicional Chinesa oferece o mais perfeito modelo de abordagem psicossomática, traduzindo com perfeição a dinâmica entre o equilíbrio físico e mental e sua disfunções.

Ela identifica a circulação da Energia Vital (Chi) através de canais energéticos (Meridianos) específicos.

Cada um desses principais Meridianos está vinculado mais diretamente a determinado órgão e víscera do corpo.

Por conseguinte, cada sistema órgão/víscera também se vincula especificamente à determinada emoção ou sentimento:

- Rins/Bexiga: Medo, apreensão, insegurança, ansiedade temerosa.

- Fígado/Vesícula Biliar: Reatividade, raiva, ódio, fúria, vontade reprimida.

- Coração/Intestino Delgado: Alegria, euforia, histeria.

- Baço Pâncreas/Estômago: Pensamento excessivo, estresse, trauma, preocupação, nervosismo

- Pulmões/Intestino Grosso: Tristeza, mágoa, melancolia.

A partir do diagnóstico elaborado através da anamnese, inspeção de pulsos e língua, é definido o padrão de disfunção, os meridianos e órgãos afetados.

Na sequência, seleciona-se o conjunto de pontos a serem estimulados, promovendo-se  assim o restabelecimento do fluxo livre do Chi, o reequilíbrio entre Yin e o Yang e, consequentemente, do equilíbrio físico e mental.

 

A cada ano surgem novas comprovações científicas no tratamento de inúmeras disfunções, dentre as quais enxaquecas, dores na coluna e articulações, reumatismo, vícios, problemas ginecológicos, hipertensão, doenças respiratórias, insônia, depressões e síndrome de pânico.

A integração entre a Medicina Chinesa e as Psicoterapias é uma das especialidades diferenciadas dentro da abordagem clínica oferecida.

Fundamental ressaltar que a prática da Acupuntura foi reconhecida nas últimas décadas no Brasil por todos os Conselhos Federais das profissões da área da Saúde, além da Psicologia e ao contrário da intensa campanha de mídia promovida por alguns grupos de médicos, NÃO É EXCLUSIVIDADE MÉDICA.

A regulamentação da prática ainda depende de Lei cujo projeto encontra-se em tramitação no Congresso Nacional.

Profissional Responsável:

Anselmo Paes Jr: Psicanalista com graduação em Psicologia, Psicoterapeuta Transpessoal, Especialização em Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa.

 

 Desde 1998 desenvolve trabalhos com Renascimento (Terapia da Respiração), Terapias de Regressões, Tantra e Processo Osho Codependency, além de diversas técnicas orientais e ocidentais de terapias corporais e de aprimoramento humano.

 

É facilitador e pesquisador processos terapêuticos com Estados Alterados de Consciência, Jornada Xamânicas, Tradições e Terapias Nativas.​ Desde 1999 coordena em Itu/SP o Shen Tang - Centro de Terapias Integradas, ministrando atendimentos, consultorias, cursos e workshops. Jornalista, fundou em 2009 a Editora Shen Tang e é editor da Revista Harmonia. Juntamente com Satya Kali, fundou e coordena o Satya Kali Tantra Brasil - Neotantrismo Aplicado. É cofundador da Abordagem Tantratherapia® e também do Projeto Buddha House Festival®. 

  • Facebook Social Icon

Engenheiro Francisco Azevedo, 51 - São Paulo/SP

Próximo ao Metrô Vila Madalena

 (11) 9.5000-2741 | (11) 9.9156-6018